#8. Melhor Desempenho e Gerenciamento de Escritórios Remotos

Muitas arquiteturas de TI com escritórios remotos têm relativamente baixa largura de banda. O link WAN lento impacta na produtividade dos funcionários do escritório remoto, que esperam para acessar os arquivos da matriz e os custos para a alocação de largura de banda para o escritório remoto pode chegar a até 33% do total dos gastos em TI. Para resolver esse desafio, o Windows Server 2008 R2 introduz um recurso chamado BranchCache™, que reduz a utilização da WAN e melhora a receptividade das aplicações de rede para os trabalhadores dos escritórios remotos.

Com o BranchCache™, aos clientes que solicitam acesso aos dados na rede da organização são enviadas direções para o arquivo na rede local (escritório remoto) se o arquivo já tinha sido solicitado de lá anteriormente. Se o arquivo é armazenado localmente, esses clientes obtêm imediato acesso de alta velocidade. Tais arquivos podem ser armazenados em um servidor local BranchCache™ para os escritórios remotos maiores ou simplesmente em PCs Windows 7 locais.

#9. Melhor Conformidade com as Práticas Recomendadas Estabelecidas

A otimização dos servidores da sua organização para ajudar a assegurar que eles forneçam o mais alto nível de segurança, gerenciabilidade, disponibilidade e desempenho requer que os administradores de TI configurem os servidores de acordo com as práticas recomendadas estabelecidas. Hoje, para a maioria das organizações, o uso das práticas recomendadas para configurar um servidor é um processo manual. Construído com base no sucesso dos Best Practice Analyzers (BPAs) especializados da Microsoft para plataformas como o Exchange Server 2007 e o Microsoft SQL Server® 2008, o Windows Server 2008 R2 contém um Best Practices Analyzer integrado para cada função básica de servidor.

Ao integrar as informações de práticas recomendadas diretamente no Gerenciador do Servidor, o Windows Server 2008 R2 torna mais fácil aos administradores otimizarem seus servidores e ajudarem a reduzir os custos gerais de suporte, permitindo a eles percebam logo as configurações erradas ou não recomendadas, antes que elas possam causar um problema.

#10. O Mais Robusto Servidor de Aplicação e Web

O Windows Server 2008 R2 inclui muitas atualizações que o tornam a melhor plataforma de aplicação do Windows Server, mas uma das mais importantes é o novo Internet Information Services 7 (IIS 7.0).

O novo servidor Web inclui recursos para ajudar as aplicações a serem executadas mais rapidamente e, ao mesmo tempo, usando menos recursos de sistema. O IIS 7.0 integra várias das mais populares extensões opcionais associadas ao Windows Server 2008, incluindo URLScan 3.0 (agora conhecido como Request Filter Module), Web Playlist e mais. O IIS 7.0 também inclui recursos atualizados de gerenciamento no Gerenciador do Servidor e System Center, bem como apresenta um FTP mais poderoso. Há melhorias simultâneas em outras áreas do Windows Server 2008 R2, como suporte a .NET, virtualização, clustering de failover, todos combinados para aumentar as capacidades das suas aplicações para escalonarem com melhor disponibilidade, tolerância a falhas e facilidade de gerenciamento.

Até o próximo post, um abraço!

Rodrigo Dias (Twitter: http://twitter.com/rodrigodias73)

clip_image001