Fernando de Sousa, Gerente Geral – Africa Initiatives, Microsoft Corporation

No livro de Thomas L. Friedman O Mundo é Plano, ele usa um provérbio para descrever a economia globalizada actual:

Todas as manhãs em África, uma gazela acorda.

Sabe que deve correr mais
rapidamente do que o leão mais veloz ou este mata-a.

Cada manhã um leão acorda.

Sabe que deve correr mais
rapidamente do que a gazela mais lenta ou morre de fome.

Não é importante se você é
um leão ou uma gazela.

Quando o Sol nasce, deve
começar a correr

Presentemente, em quase todos os sentidos, os leões de África estão a correr. E estão a correr rapidamente. Os leões a que me refiro são a nova geração de companhias Africanas de tecnologia recebendo apoio através de programas como a parceria Liberalizing Innovation Opportunity Nations (LIONS@FRICA) (Liberalização de Nações com Oportunidade de Inovação) e a iniciativa da Microsoft 4Afrika.

Através de  LIONS@FRICA, Microsoft em conjunto com parceiros do programa o Departamento de Estado dos EUA, Nokia, USAID e Banco de Desenvolvimento Africano, proporcionam recursos às iniciativas de arranque emergentes Africanas com o objectivo final de promover crescimento económico na África ao Sul do Sara. LIONS@AFRICA é uma parceria pública e privada que mobiliza os conhecimentos, perícia e recursos de instituições e corporações de vanguard para encorajar e realçar o ecossistema de inovação de África e estimular o empresariado no continente. A parceria fomenta os 4Cs do compromisso para apoiar o ecossistema de arranque em África: Capacidade, Conectividade, Credibilidade e Capital.

LIONS@FRICA foi lançada no ano passado no Foro Económico Mundial sobre África em Addis Ababa e hoje está de novo à frente e no centro com responsáveis de política e líderes de negócios Africanos na Reunião Anual do Banco de Desenvolvimento Africano (AfDB)  em Marraquexe. Em um acontecimento que dura todo o dia, Microsoft faz parte de um vasto espectro de intervenientes de tecnologia que LIONS@FRICA está a reunir para discutir e debater o quadro de políticas e reformas necessárias para permitir que os nossos leões corram o mais rápido possível. Tem-se esperança que, obtendo um melhor entendimento dos desafios encarados pelas iniciativas de arranque mais dinâmicas e inovadoras do continente, os responsáveis palas políticas e intervenientes institucionais terão uma melhor noção de como apoiar a indústria local de ICT.

O desenvolvimento em África é único em muitos respeitos e exige um ambiente de política que possa reflector isto. Quando os responsáveis pelas políticas pensam em como criar um ambiente estimulador e sustentador para os empresários e companhias inovadoras de tecnologia, é essencial tomar em conta estes factores.

A convocação de ocasiões como as Reuniões Anuais do AfDB e WEF em África, são oportunidades únicas para reunir os intervenientes. Em Outubro do ano passado em Nairobi, Microsoft foi patrocinadora pilar na DEMO Africa, uma das iniciativas principais de LIONS@FRICA. Na DEMO Africa, foram seleccionadas quarenta iniciativas Africanas jovens de arranque para demonstrarem as suas soluções a um conjunto altamente qualificado de capitalistas investidores de capital de risco, executivos e membros da imprensa. As iniciativas de arranque na DEMO Africa têm origem em uma vasta gama de campos de tecnologia: portátil, tecnologia empresarial, tecnologia de consumidor, média social e de nuvem. Chegaram de toda a África e muitos usaram isto como uma oportunidade para lançar os seus produtos, concorrer a prémios e anunciar à África e ao Mundo o que desenvolveram.

Encorajar o empresariado inovador, é também um dos principais objectivos de 4Afrika. Até 2016, visamos colocar 1 milhão de pequenas e médias empresas (PMEs) Africanas em linha, aumentar as qualificações de 100.000 embros da força de trabalho Africana existente, e auxiliar mais 100.000 licenciados recentes a desenvolver perícia profissional, 75 por cento dos quais a Microsoft auxiliará a encontrar emprego. Adicionalmente, estamos a implementar uma oferta de serviços para auxiliar PMEs que se qualifiquem a obter acesso a produtos e serviços pertinentes grátis da Microsoft e outros parceiros. O nosso objectivo é de agregar serviços, o que pode auxiliar as PMEs a expandir os seus negócios localmente, descobrirem novas oportunidades comerciais no exterior da sua geografia imediata e aumentar o seu poder de concorrência geral.

Através de programas como LIONS@FRICA e 4Afrika, parcerias públicas e privadas estão a proporcionar recursos e apoio adicionais para que as iniciativas de arranque tecnológico em África prosperem.

É a hora de pôr os nossos leões à solta.