Enviado por: Bruce Howe, director geral de Nokia África Oriental

O mercado queniano tem mostrado um aumento fenomenal no uso de telemóveis e particularmente telefones smart. Dados da Associação GSM mostram que o mercado de telefones smart está a crescer de 40% por ano e que este crescimento vai continuar até 2017. A disponibilidade de telefones smart mais baratos vai permitir aos segmentos da população que actualmente não estão conectados via banda larga móvel, a incorporarem navegação na internet no seu dia-a-dia.

Esta é uma oportunidade excelente para o Quénia e o resto do continente. Hoje lançamos o Nokia Lumia 620, o terceiro e mais económico na gama de telefones smart Windows Phone 8 da Nokia, ao mercado da África Oriental. Juntamente com o emblemático Nokia Lumia 920 e a gama-média Lumia 820, anunciados no principio do mês, o Nokia Lumia 620 oferece algo divertido e jovem a um preço muito competitivo.

A acessibilidade continua a ser importante quando se trata da adopção de telefones smart no continente. Através da nossa parceria com Safaricom, podemos apresentar o Nokia Lumia 620 com boas ofertas de dados, que garantirão que introduzimos no mercado excelentes custos/benefícios – permitindo aos indivíduos fazerem muito mais com os seus telefones com mobilidade assegurada na vida e no trabalho diários. 

Se virmos o aumento em produtividade no Quénia, relacionado especialmente com o aumento de trabalhadores com acesso à telefonia móvel, juntamente com a disponibilidade de telefones smart no continente, não só estão na direcção certa para aumentar a produtividade, mas isto criará também outras oportunidades. 

Os nossos objectivos no Quénia estão bastante em linha com os anúncios recentes da Microsoft sobre a iniciativa 4Afrika – com a disponibilização de mais aparelhos smart ao mercado africano estamos a promover a inovação local e a encorajar mais empreendedorismo, para capacitar as pessoas a terem um papel mais activo no crescimento da economia africana. 

Já estamos a ver o desenvolvimento de aplicativos locais para africanos, por africanos. Telefones com recursos foram sempre uma prioridade para nós e agora vemos maior acessibilidade a ambos telefones com recursos e telefones smart. Estamos a trabalhar conjuntamente com as equipas de programadores da Microsoft para assegurar que o Windows Phone 8 é apoiado nos mercados africanos, com aplicativos relevantes que farão a diferença na vida do dia-a-dia.

Alguns exemplos destes são:

Depois há também o Nokia City Lens, um aplicativo de realidade aumentada que permite o uso de maravilhosos mapas do Quénia, da Tanzânia e do Uganda, para ver pontos de interesse integrados. Permite-lhe percorrer locais importantes, dar feedback, acrescentar fotos, fazer retrospectivas e comentários pessoais.  

Este não é um caso de imposição à força de aplicativos globais na esperança de satisfazer a demanda local – estamos a envolver activamente os nossos programadores e parceiros como a Microsoft, para satisfazer as necessidades locais. Pedimos aos quenianos que façam as coisas de maneira diferente – envolvimento, desenvolvimento e comercialização que façam a diferença.