Publicado por Jean-Philippe Courtois
Presidente da Microsoft International

Tive, recentemente, o prazer de visitar dois países africanos – Marrocos e a Costa do Marfim – onde me reuni com líderes empresariais, governamentais e académicos. O meu programa, nos dois países, centrou-se firmemente em três tópicos que ocupam uma posição cimeira em quase todas as minhas visitas a diferentes países do mundo: Educação, empregabilidade e computação em nuvem.

Em Rabat, Marrocos, dei uma palestra a 1000 estudantes de enegenharia na EcoleMohammedia des Ingénieurs, na qual os incentivei a fazerem uso do grande número de tecnologias e programas gratuitos que têm à sua disposição através de iniciativas da Microsoft como DreamSpark e BizSpark e convidei-os a participarem da Taça Imagine deste ano, a Imagine Cup, a nossa "Taça do Mundo" anual que promove o desenvolvimento de software e procura estimular os estudantes a criarem soluções tecnológicas para resolverem alguns dos mais difíceis problemas do mundo.

clip_image001

Jean–Philippe Courtois, Samir Benmakhlouf e os melhores Estudantes Parceiros da Microsoft da EcoleMohammedia des Ingénieurs

Foi com grande satisfação que anunciei, na companhia do Director Nacional Samir Benmakhlouf e do Institut Royal de la Culture Amazighe, a integração da língua Amazigh no Windows 8. A língua Amazigh é falada por cerca de 20 milhões de pessoas em Marrocos e na Argélia, e esta integração permitir-lhes-á entrar no mundo digital através do Windows 8.

Na Costa do Marfim, fiquei muito feliz de me juntar ao nosso Director Nacional Simon Ouattara para assinar um Memorando de Entendimento com o Ministério responsável pelas TIC que prevê a disponibilização de 500.000 computadores pessoais com software da Microsoft, incluindo o Windows e o Office, aos cidadãos costamarfinenses. Os primeiros 100.000 serão entregues no próximo ano. Como parte do mesmo acordo, e em sintonia com os objectivos da iniciativa YouthSpark, a nossa recentemente anunciada iniciativa global que, nos próximos três anos, visa ajudar 300 milhões de jovens em todo o mundo a atingir o seu pleno potencial, iremos também aumentar os nossos esforços no sentido de aumentar a literacia digital e alargar o programa Students to Business, um programa que tem por objectivo proporcionar à nova geração de estudantes recém-qualificados uma oportunidade de formação em empresas parceiras da Microsoft, no país, o que irá ajudar os estudantes costamarfinenses a obterem emprego com os parceiros locais da Microsoft.

clip_image002

Bruno Koné, Ministro das TIC da Costa do Marfim, Jean–Philippe Courtois e Simon Ouattara

A minha segunda oportunidade para dar acesso à internet a estudantes foi na Université Félix Houphouët-Boigny de Cocody em Abidjan, onde anunciei um acordo mediante o qual, 100.000 estudantes de cinco das melhores universidades da Costa do Marfim terão acesso a Live@EDU e à Microsoft IT Academy, o que lhes permitirá obter certificados da Microsoft para ajudar a melhorar a sua empregabilidade. À medida que o país se vai reconstruindo, cremos que estes investimentos desempenharão um papel importante no desenvolvimento de líderes e de proprietários de empresas locais.

De uma forma geral, foi maravilhoso encontrar-me de novo no continente, estabelecendo ligações com tantos clientes, parceiros, estudantes e com as nossas próprias equipas que fazem o seu trabalho com tanto entusiamo e paixão. Temos noção do enorme potencial que existe em África e estamos profundamente empenhados em reforçar e alargar a nossa presença e os nossos esforços a fim de ajudar os africanos a concretizarem plenamente o seu potencial.