Por Fernando Cardoso

Este procedimento se aplica para casos onde se está substituindo um storage, onde estão os shared disks de um Failover Cluster (Windows 2003). Em outras palavras, o storage que o cluster utiliza está sendo substituído e queremos preservar o Failover Cluster e suas configurações. Se aplica para casos onde temos tanto o storage que está sendo substituído como o novo conectados e disponíveis para ambos os nodes do cluster. Abordamos aqui um procedimento para a troca do quorum e outro para demais shared disks.

A fim de simplificar a compreensão, vamos chamar o storage que está em processo de substituição de ATUAL, e o storage que está substituindo este de NOVO. Os nodes do cluster serão chamados de NODE1 e NODE2.

É sempre importante lembrar que backup atualizado e completo da solução é fundamental para procedimentos deste tipo.

Substituindo o quorum disk (witness)

1. Uma vez criada a LUN que será utilizada como quorum disk no storage NOVO, apresentá-la para os nodes do cluster. Desligar o NODE2. No NODE1 temos o quorum atual, e o novo disco, ainda sem partição. Verifique que ambos os nodes podem ver o disco novo.

image

2. Neste disco, criar ai uma nova partição NTFS, formatar. No nosso exemplo a letra designada será F:. Ligar o NODE2, simplesmente adicionar a mesma drive letter para a LUN (F:)

3. Via Cluster Administrator, criar um novo recurso de cluster do tipo Physical Disk, apontando para esta nova LUN.

image

Apontando para a LUN recém configurada:

image

Obs.: o nome “Quorum” do screenshot é simplesmente o nome que demos para a partição, em nosso exemplo. Este disco ainda não é o quorum.

4. Criado o novo physical disk resource, ele estará offline:

image

Traga o disco para online antes do próximo passo.

5. No NODE1, entrar nas propriedades do cluster (clique direito sobre o nome do cluster, properties), na guia Quorum, configurar o Disk F: como sendo o novo quorum.

image

Uma viz clicando OK, a LUN do storage NOVO já é o quorum disk do cluster. Verifique que já temos uma pasta com nome MSCS dentro do drive F:.

6. Para reter a driver letter Q:, tire o Cluster Service do ar, no Disk Management troque a letra do quorum do storage ATUAL. para qualquer letra disponível ajustar o novo quorum para Q:.

7. Troque o nome do physical disk resource para “Disk Q:” (clicando com o botão direito sobre o recurso, rename)

8. Ligue o NODE2.

Substituindo outros discos (não quorum)

Neste exemplo estamos assumindo que este disco é E: e o nome do disk resource do cluster é “Drive E:”.

Sugerimos a utilização da ferramenta Cluster Server Recovery Utility. Esta ferramenta é parte do Resource Kit do Windows 2003. Ela não faz cópia da LUN antiga para a nova. A vantagem é que ela tráz as dependências da LUN atual para nova.

1. Criar a nova LUN no storage NOVO e apresentar os nodes

2. No NODE1 uma vez detectado o novo disco (LUN), assinar o disco, criar a partição primária, formatar, definir drive letter qualquer que esteja disponível.

3. Fazer a cópia dos dados da LUN original (E:) para a nova LUN.

4. Assegurar-se de que ambos os nodes podem ver a nova LUN.

5. No Cluster Administrator, adicionar um novo physical disk resource com nome “Novo Drive E:”. Este disk resource tem que estar dentro do mesmo grupo do “Drive E:”

6. Uma vez com o “Novo Drive E:” online, fazer um teste de failover com ele com o grupo. Só para ter certeza que o acesso por ambos os nodes está ok.

7. Iniciar o Cluster Server Recovery Utility.

8. Indicar o nome do cluster

9. Selecionar a opção “Replace a physical disk” e clicamos next.

10. Na próxima tela indicamos o disco novo e o velho, nesta ordem. Por exemplo:

image

11. Feito isso teremos uma mensagem com exatamente o que temos que fazer:

Make sure that you delete the old physical disk resource (renamed to ‘Drive E: (lost)).

Assign drive letter E: to the new physical disk resource ‘Drive E:’

12. A ferramenta renomeia o disk resource antigo para o mesmo nome + (lost). Este é o ponto onde apagamos o disk resource original. Assignar a drive letter E: para o novo disco.

13. Esse processo se repete para cada disk resource, caso o cliente tenha outros.