por Roberto Cavalcanti

Se você já experimentou algum problema de performance com suas aplicações que utilizam o SQL Server como back end e você nos contatou para que o ajudássemos a resolvê-lo, certamente você já teve contato com o PSSDIAG. Essa é a ferramenta que utilizamos “como padrão” para verificar o que está acontecendo com o seu ambiente, pois nas palavras do saudoso guru Ken Henderson:

“Propriamente usado, o PSSDIAG apresenta um framework de coleção de dados que é solido, poderoso, intuitivo e extensível. Ele pode reduzir significantemente o tempo necessário para resolver problemas complexos relacionados ou não com o SQL Server e pode ser usado como uma solução efetiva de monitoração a longo prazo para virtualmente qualquer tipo de maquina.”

Os detalhes de como utilizar essa ferramenta estão descritos no artigo Internal SQL Server Diagnostics Tools, Part 1: PSSDiag.

Porém, para momentos em que não é possível que executemos o PSSDIAG em seus servidores que apresentam queda de performance, temos algumas alternativas. Entre elas descreverei duas das que mais me ajudam a revisar problemas de performance em servidores de SQL Server pré SQL Server 2008. Na versão 2008 e na versão 2008 R2 incluímos ferramentas que são parte do SQL Server Management Studio que indicam em tempo real o motivo de muitos problemas de baixo rendimento, entre outros, mas essa discussão especifica sobre as ferramentas do SQL Server 2008 ficarão para um próximo artigo.

Uma alternativa que temos sugerido para tais situações é o uso do Perf Stats Script (PerfStatsScript2005.zip, PerfStatsScript2008.zip ) que faz uso do SQLDIAG.EXE que é uma ferramenta que é instalada por default durante a instalação do SQL Server (2000/2005/2008). O PerfStatsScripts que tem versões para SQL Server 2005 e SQL Server 2008 é uma atualização do blocker scripts que usávamos no SQL Server 2000. Para mais detalhes sobre como usar esse tipo de script do SQL Server 2000, visite o SQL Blog Ninja do Fabricio Catae que tem uma versão melhorada desse script que temos usado durante muitos anos aqui no grupo de CSS SQL, ou em inglês no blog SQL’s Corner - SQL Server Performance Analysis Part IV.

A outra alternativa é o Perforamance Dashboard Reports para SQL Server 2005, que pode ser usado para exibição em tempo real do estado atual do servidor e de dados históricos que são guardados desde o momento em que o SQL Server 2005 foi iniciado.

Mais sobre essas duas alternativas em um próximo blog.