Por Roberto Alexis Farah

 

Se você é como eu, você poderia eventualmente esquecer classes e namespaces que você precisa usar para descobrir alguma informação. Ou talvez você possa esquecer nomes de propriedades.

 

Isso sempre ocorre quando preciso espiar informação do namespace System.Data.SqlClient, por exemplo.

 

Esse script obtém informação específica de conexões.

É muito fácil extendê-lo usando a mesma abordagem.

 

Pessoalmente, prefiro a abordagem baseada em DML (Debug Markup Language) porque posso usar hyperlinks e a chamada de script padrão: $$><.

A abordagem DML requer mais trabalho e mais programação baixo nível, mas oferece melhores resultados como você pode notar na maioria dos scripts que publico.

 

Para rodar esse script você precisa usar $$< e não $$><

 

Eis o código fonte:

 

Debugging Toolbox.