Uma das features mais comentadas do Windows Server 2008 R2 SP1 é a inclusão do Dynamic Memory, funcionalidade que permite que você crie até 40% mais máquinas virtuais por servidor físico.

A mágica? Bem, ao invés de você ter que definir uma quantidade de memória fixa para cada VM, com o Dynamic Memory ativo você pode definir um valor mínimo / inicial e um valor máximo. Deste modo, quando um VM é inicializada, apenas a memória inicial é alocada. Memória adicional só será adicionada (a quente, sem desligar a VM e sem qualquer parada) caso uma aplicação necessite de mais poder de fogo.

Quer saber mais? Consulte os links abaixo:

Quer saber quem já usa o Dynamic Memory no Brasil? Bem, a Alog Datacenter usa em sua infra e você pode ouvir os benefícios assistindo a esse vídeo '(vá para o minuto 6'00):