O Windows Virtualization (codename Viridian) será a futura plataforma de virtualização da Microsoft, em evolução ao que temos hoje com Virtual Server 2005.

Muitas são as vantagens e colocarei um outro post aqui mostrando algumas delas, mas basicamente, performance e segurança serão pontos altos aprimorados. Logicamente, há alguns pré-requisitos a serem respeitados:

- Plataforma x64: Windows Virtualization (WSv) rodará apenas em hardware x64, para se valer de todo o poder de processamento e escalabilidade desta plataforma. Isto signfica que você precisará do Windows Server 2008 x64 (Std, Ent, Dt), podendo ser executado em sua opção "Server Core"

- Processadores "virtualization enabled"- por padrão, processadores da plataforma x86 (incluindo 32 e 64 bits) não lidam bem com algumas instruções virtualizadas, sendo necessário "emular". Isto gera problemas de performance. Assim, alguns chips possuem recursos que ajudam neste ponto. A intel possui sua linha INTEL-V e a AMD, a linha AMD-VT. Assim, ao adquirir um servidor, é necessário ter certeza que os processadores pertencem a uma destas famílias

- DEP (Data Execution Prevention) via Hardware: Esser recurso protege a execução de uma aplicação ou serviço em uma porçào de memória protegida (o que é chamado de non-executable). Isto também é necessário para essa nova arquitetura de WSv.

Assim, é necessário um planejamento adequado junto aos fornecedores de hardware para se certificar que sua solução de hoje seja compatível com esse lançamento. O cronograma oficial diz que após 180 do RTM do Windows Server 2008 a versão do Windows Virtualization estará disponível. Porém, ao longo deste tempo, programas beta estarào disponíveis e logo postarei maiores info.

[]'s