Chegou até nós na Microsoft Portugal, uma mensagem que desde há algum tempo anda a circular de forma viral, com origem fora do país, que convida à não instalação do Windows Vista, mantendo o Windows XP, ou então a migrar para um sistema aberto, pretensamente pelo facto do Windows Vista da Microsoft trazer de raiz um sistema de protecção anti-cópia e de bloqueio de conteúdos.

 

Com o propósito de esclarecer os pontos levantados, a Microsoft Portugal esclarece que o conteúdo da mensagem é incorrecto e distorce por completo uma funcionalidade positiva do novo sistema operativo Windows Vista: a gestão dos direitos de cópia de conteúdos digitais, de forma a proteger a propriedade intelectual dos respectivos legítimos autores.

 

O Windows Vista e o DRM (Digital Rights Management)

 

O Windows Vista inclui uma infra-estrutura de protecção de conteúdos, desenvolvida especificamente para assegurar que conteúdos audiovisuais protegidos, tais como o recentemente lançado HD-DVD ou discos Blu-Ray, possam ser compatíveis com este ambiente operativo uma vez que, em muitos casos, estes conteúdos têm associadas políticas de utilização que devem ser aplicadas por todos os dispositivos de reprodução. 

 

Ou seja, as políticas associadas a estes conteúdos são aplicadas em todos os tipos de equipamentos, o que inclui computadores com Windows Vista, computadores sem o sistema operativo Windows e outros equipamentos electrónicos, tais como, leitores de DVD.  Neste sentido, não há qualquer especificação adicional ou distinta para computadores com Windows Vista. Além disso, se o Windows Vista não fosse compatível com as políticas de protecção exigidas, os PCs com este sistema operativo não poderiam reproduzir estes conteúdos.

 

Por outro lado, tais mecanismos de protecção de conteúdos integrados no novo sistema operativo da Microsoft possibilitam um controlo de qualidade mais eficaz e só são accionados quando exigido pela política associada ao conteúdo em questão, ou seja, se o conteúdo não exigir uma protecção especifica, o mecanismo não é utilizado.

 

Por fim, importa esclarecer que a protecção de conteúdos do Windows Vista disponibiliza uma variedade de opções, permitindo que as aplicações de reprodução de conteúdos protegidos possam aplicar as várias políticas estabelecidas pelo detentor dos conteúdos ou pelo service provider.

 

Em resumo, o Windows Vista possui efectivamente um sistema de protecção de conteúdos digitais, tal como existem outros na indústria de informática e entretenimento. Existem, no entanto, algumas políticas de protecção intrínseca associadas a cada conteúdo pelo seu criador que, se não forem suportadas no Windows Vista, o conteúdo (áudio ou vídeo) não vai estar acessível. Mas este facto pode passar-se tanto com um computador a correr Windows Vista, como com qualquer outro dispositivo, até mesmo aqueles que não possuem qualquer versão de Windows instalada.  

 

Para informação mais completa e detalhada sobre a posição oficial da Microsoft quanto a esta questão, consulte o link:

http://windowsvistablog.com/blogs/windowsvista/archive/2007/01/20/windows-vista-content-protection-twenty-questions-and-answers.aspx

 

Obrigada